Super Star: Ace Striker! Para ser jogador e desenhista profissional é preciso batalhar!

super_star_ace_striker_para_lupa

Por Moisés Costa Pinto

Em entrevista exclusiva Alexandre Velloso, autor, desenhista, arte-finalista e maior entusiasta do projeto “Super Star: Ace Striker” – mangá que aborda o sonho de garotos de se tornarem jogadores de futebol -, fala sobre o seu mangá e disponível na internet, totalmente nacional e sem apoio financeiro de ninguém.

Todavia, apesar de fazer com apenas a satisfação de ter seu projeto visto e reconhecido, Velloso espera conseguir apoio para publicar as próximas edições, caso contrário, seu mangá, assim como muitos outros projetos nacionais, pode deixar de ser publicado. Por isso, para este ex-futuro-jogador , é preciso arriscar enquanto se tem chances para.

Lupa – Conte um pouco sobre o Alexandre Velloso!

Alexandre Velloso – Tenho 28 anos, trabalho com Animação e Ilustração há 10 anos (aproximadamente). Nesse tempo, muito dele passei animando, mas sempre trabalhando para empresas como Freelancer, e me tornei desenhista para viver de algo que eu pudesse criar, então resolvi abandonar isso e tentar criar meu quadrinho, que foi meu sonho inicial. Poderia ter realizado isso com o Tinco, que foi um personagem criado por mim e pelo Sérgio Castelo Branco, onde fez parte de uma animação muito conhecida, mas não é exatamente esse estilo que gostaria de trabalhar.

Enfim, fiz uma escolha arriscada e que pode não dar certo, mas prefiro arriscar enquanto posso, certo?

• Super Star • Ace Striker - para lupa

Bruno Sabadini: personagem principal de "Super Star: Ace striker"

L - Como você teve a ideia de criar o mangá “Super Star”, foi dormindo, tomando banho de praia ou num campinho de futebol?

AV – Na verdade, eu já vinha querendo trabalhar com o tema ‘esporte’, mas pensava muito em usar o Boxe. Como não sou muito entendido no boxe, tendo mais conhecimento pelas séries que vejo, seria difícil criar algo diferente delas, então pensei em optar pelo futebol, que é algo que vivi durante um bom tempo e tenho conhecimento para desenvolver sobre. Não foi uma ideia que caiu do céu, digamos, ela só veio amadurecendo com o tempo.

L - Os personagens são inspirados em jogadores que você admira? Quais seu ídolos no futebol?

AV - Na verdade, me inspiro não só em jogadores, mas em personagens de outras séries, também, além de alguns personagens serem meus amigos na vida real.

Meus ídolos no futebol são: Maradona, Roberto Baggio, Romário, Ronaldo, Zidane, Messi, Kaká.

L - Como você se inspirar para desenhar aquelas cenas, com movimentos corporais complicadas, que tem no mangá?

AV - A inspiração, se é que podemos dizer assim, vem de outros mangás, filmes, jogos…é muito difícil inovar nesse sentido, ou sempre criar cenas/ângulos diferentes, além disso, ainda tenho muito o que aprender, então é um desafio a cada página.

L - O seu mangá é muito bem produzindo, quer dizer, dá para ver de longe que demanda muito trabalho. Você recebe o apoio de algum patrocínio para continuar levando à diante as histórias de Bruno Sabadini, no mundo do futebol?

AV - O trabalho é grande, mesmo. Não recebo apoio nenhum, mas não fui atrás, também. A ideia é que vire um trabalho, e já começo a tentar fazer isso se realizar, mas sei que as chances são pequenas e que também não posso ficar levando adiante algo que não me rende.

Se eu conseguir, perfeito. Se não conseguir, terei que abandonar dentro de alguns meses.

• Super Star • Ace Striker - para lupa 2

L - Você acha que falta incentivo, investimento, no Brasil para se manter as boas ideias em produção de Hqs e Mangás vivas?

AV - Olha, acho que essa culpa é de ambos: Editora e Desenhistas/Roteiristas. Falta o apoio, a aposta no brasileiro, mas também faltam bons profissionais. É mais fácil para as editoras

comprarem tudo pronto lá de fora do que investir aqui dentro, em algo que não seja certo. E nós não temos o mesmo preparo que os estrangeiros que dominam essa área.

Já vi editora tendo que cancelar um mangá depois da primeira edição porque o desenhista teve problemas pessoais. Ou seja, quando se aposta, dá errado.

Temos muito o que aprender, tanto nós desenhistas/roteiristas, quanto as editoras e alguns editores que prezam pela falta de educação.

L – Você tem ideia de quantos pessoas acessaram e baixaram os capítulos de “Super Star”?

AV - A ideia exata eu não tenho, mas tenho uma noção pelo número de visitas no site quando surge um novo capítulo.

Hoje, o site tem uma média de 800/1.000 visitas em dia de atualização de capítulo. O recorde foi 2.000 em um dia, tendo o mesmo número no dia seguinte. Isso varia, dependendo de onde o mangá é divulgado, já que eu não faço muita propaganda. Me sinto estranho falando do meu próprio trabalho, então prefiro que os que possam curtir, façam esse papel, com isso o crédito é maior para a divulgação, já que não é um trabalho da pessoa.

Mas ainda é pouco, se pensarmos que a ideia é tornar Super Star um mangá rentável.

L – Você espera que a série tivesse a repercussão que tomou?

AV - Eu esperava um pouco, mas nós somos sempre surpreendidos quando as pessoas repercutem algo que fazemos. Cada um enxerga de uma forma, e os mais empolgados mandam ótimos emails falando sobre o mangá, e isso, por mais que estejamos preparados, sempre nos pega de surpresa,

além de motivar muito! Me sinto feliz com o resultado que alcancei e espero conseguir levar adiante, pois acredito muito na história e as opiniões das pessoas me fazem crer ainda mais!

L - E agora, o que você esperar da série?

AV - Espero que ela vá adiante, sem dúvidas! Pois, se ela for, quer dizer que ela estará me rendendo, caso contrário, estaria cancelada! (Risos)

L - Dá para contar o que terá daqui pra frente no futuro futebolístico de Bruno e seus amigos?

AV – Bom, se tudo correr bem, o Bruno seguirá pelo futebol durante anos, assim como os personagens que apareceram até o momento, entre outros.

Bruno não passará no teste e jogará pelo Juventus da Mooca, junto com Vitor, que também será reprovado. Matheus jogará pelo Corinthians, pois também não passará no teste. Gabriel (Massaro), Yuri e Rafael serão aprovados e farão parte do time do São Paulo. Isso fará com que aconteça uma forte rivalidade entre eles, inclusive entre Bruno e Massaro, que passarão a ser “inimigos” por um tempo.

Alguns anos depois, muitos irão para a seleção sub e depois, para a seleção principal. Resumindo, é por aí.

L - Você já quis ser jogador de futebol profissional?

AV - Já. Inclusive cheguei a jogar por uns 3 anos futebol de salão como federado, mas acabei não indo muito longe na minha curta carreira e desisti. Quando entramos na adolescência, nossas prioridades mudam um pouco, se é que me entende. (Risos)

L - Para qual time o Alexandre Velloso torce?

AV – Torço para o São Paulo.

14 Comentários para “ Super Star: Ace Striker! Para ser jogador e desenhista profissional é preciso batalhar! ”

  1. Pillspot.org. Canadian Health&Care.No prescription online pharmacy.Special Internet Prices.Pillspot.org. Herbal-supplements@buy.online” rel=”nofollow”>.…

    Categories: Stop SmokingMens Health.Antibiotics.Weight Loss.Antidepressants.Womens Health.Vitamins/Herbal Supplements.Skin Care.Antidiabetic.Anti-allergic/Asthma.Antiviral.Stomach.Pain Relief.Eye Care.Anxiety/Sleep Aid.Mental HealthBlood Pressure/…

  2. E http://02JEEPPARTS.US/tag/E : 60 E80 e80/…

    E…

  3. grand http://2c2.7yi.11i.co : prix…

    grand…

  4. ….

    best.place.to@buy.clothes” rel=”nofollow”>.…

  5. ….

    .@cialis.reviews” rel=”nofollow”>.…

  6. ….

    best.place.to@buy.diamonds” rel=”nofollow”>.…

  7. ….

    best.place.to@buy.viagra” rel=”nofollow”>.…

  8. physicist@delancy.citrus” rel=”nofollow”>.…

    ñïñ!!…

Deixe um Comentário

Pode usar estas tags XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <blockquote cite=""> <code> <em> <strong>