Itapuã, um paraíso real

Praia de Itapuã com águas transparentes

Praia de Itapuã com águas transparentes

Um dos locais mais belos de Salvador, um cartão postal conhecido em todo o Brasil, a praia de Itapuã merece o eterno título de uma das melhores praias da cidade. Águas calmas, límpidas e transparentes hipnotizam quem chega para visitá-la. Por mais que o Farol de Itapuã tente guiar o caminho é impossível não se perder nas maravilhas do lugar.

Simplesmente uma praia deslumbrante. Itapuã significa, em Tupi, “ponta de pedra” ou “pedra que ronca”. Segundo contam as histórias, antigamente existia no local uma pedra que roncava na maré vazante, mas atualmente encontra-se partida. O mar verde com águas tranqüilas na maré baixa, é protegido por arrecifes formando pequenas piscinas de águas naturais. Era considerada como a praia dos jangadeiros valentes e das areias brancas. Ainda hoje abriga uma das mais antigas colônia de pescadores da região, no qual as jangadas compõem um cenário inspirador e agradável.

A praia com o imponente Farol de Itapuã, encontra-se no extremo oposto ao Farol da Barra, no sentido norte da cidade, contrário a Baía de Todos os Santos. Banhado somente com as águas do Atlântico, é um paraíso perdido. Conhecido dos soteropolitanos, desejado por turistas, todos almejam a tranqüilidade deste oásis.  As imediações do Farol de Itapuã são os locais mais procurados da praia. A parte mais antiga está localizada próxima ao calçadão, onde se encontra a estátua da Sereia de Itapuã.

A famosa praia também reserva grandes surpresas para o snorkling (mergulho livre). Existem diversos pontos com profundidades de 2 a 40 metros, onde se pode apreciar belíssimas formações de corais. Na maré baixa é possível desfrutar da presença de peixes coloridos, moluscos, lagostas e uma grande diversidade de algas.

Farol de Itapuã, um dos postais mais conhecidos de Salvador

Farol de Itapuã, um dos postais mais conhecidos de Salvador

O famoso Farol de Itapuã foi construído em 1873, sobre a Pedra da Piraboca, com o propósito de guiar e sinalizar as embarcações sobre os bancos de areia ali existentes, orientando a navegação marítima. O Farol possui 21 metros de altura, no formato de torre, cuja estrutura é toda em ferro fundido, a cor original era “roxo-terra”, posteriormente passou a ser pintado em faixas horizontais de cor branca e laranja, e em 1950 a pintura adquiriu as atuais cores, branco e vermelho.

Antigamente o Farol de Itapuã era uma área integralmente militar, somente há vinte anos passou a se tornar um ponto turístico difundido pelo mundo, antes apenas árvores e animais de espécies distintas compunham o espaço físico. A visitação era feita por pescadores e por profissionais da Marinha que trabalhavam no Farol. A comercialização, por meio de barracas e vendedores ambulantes, só integrou o lugar depois.

Por mais que se descreva as maravilhas do lugar, o quão bela são as paisagens, ou quão quente são suas águas e quão agradável é este paraíso, nada irá se parecer com o que  realmente se sente ao desfrutar pessoalmente deste magnífico postal…

2 Comentários para “ Itapuã, um paraíso real ”

  1. [...] farol a ser construído nesta cidade. Ao contrário do Farol da Barra, construído em 1698, e do Farol de Itapuã, 1873, ambos com mais de um século de existência, o Farol de Humaitá tem pouco mais de 70 anos [...]

  2. fresh@pok.magnified” rel=”nofollow”>.…

    ñýíêñ çà èíôó!!…

Deixe um Comentário

Pode usar estas tags XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <blockquote cite=""> <code> <em> <strong>