Muito mais do que o vigia da Barra

Fotos: Hugo Leonardo

O Farol da Barra como é mais conhecido o Forte Santo Antônio da Barra e Farol Santo Antônio, é sem dúvida um dos pontos turísticos mais conhecidos da cidade de Salvador. Cantado em músicas, o Farol também serve de cenário para umas das maiores festas populares do mundo, o carnaval, paisagem perfeita para se cantar as alegrias e as vitórias de um povo forte e batalhador. Localizado na entrada da Baía de Todos os Santos o vigia da Barra, ou melhor, do Brasil, parece dar boas vindas aos visitantes desta terra, com sua beleza arquitetônica deixa os soteropolitanos bastante orgulhosos.

Farol da Barra

Farol da Barra

História

O Forte de Santo Antônio da Barra é a edificação militar mais antiga da América portuguesa, construída em 1534. Durante esses mais de quatro séculos de história o forte foi tomado por cinco meses por invasores holandeses no ano de 1624. No final do século XVII já possuía o formato de estrela irregular. No terraço está localizado o Farol de Santo Antônio da Barra que é o primeiro do continente americano, instalado em 1698, mais do que um famoso ponto turístico, hoje ainda orienta embarcações que passam pela costa marítima da Bahia. O tombamento dessa fortificação foi concretizado no ano de 1938 pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, de lá para cá muitas outras intervenções foram feitas no intuito de preservar o monumento. Mas o Farol da Barra guarda ainda mais surpresas, o Museu Náutico da Bahia, instalado no grande espaço interno da fortaleza desde 1998. O museu é fruto de um convênio com a Marinha brasileira e abriga em acervo uma coleção de instrumentos de navegação, maquetes e gravuras de diversas embarcações e informações especializadas ligadas a vida marítima, militar, administrativa e cultural da cidade de Salvador.

Interior do Museu Náutico da Bahia

Interior do Museu Náutico da Bahia

Sensações

As paredes têm cheiro de história, o piso de madeira bem polida de algumas salas anucia que estamos chegando, com uma iluminação especial que é acionada logo que nos aproximamos dos objetos expostos, nos faz lembrar que estamos no século XXI. Das janelas avistamos o presente e o passado. Tudo parece ter sido construído para durar eternidades, pelo menos séculos já foram vencidos. Do terraço junto à torre do Farol da Barra nos sentimos um pouco vigilantes e fascinados pela beleza do lugar, mas não nos esquecemos de olhar para a bela paisagem da Baía de Todos os Santos.

Terraço do forte

Terraço do forte

Visitação do Museu Náutico da Bahia

Entrada: R$6,00 (inteira) R$3,00 (meia) Gratuidade para crianças de até 09 anos, idosos acima de 65 anos e guias credenciados pela Emtursa.
Funcionamento: Das Terças-Feiras aos Domingos
Horários: Das 09h00 às 19:00 horas
Endereço: Praça Almirante Tamandaré, s/n – Forte de Santo Antônio da Barra CEP: 40140-560
Bairro: Barra
Telefone: (71) 3264-3296
Fontes: Comando do 2° DISTRITO NAVAL, Marinha do Brasil.

2 Comentários para “ Muito mais do que o vigia da Barra ”

  1. [...] em Salvador, foi o terceiro e último farol a ser construído nesta cidade. Ao contrário do Farol da Barra, construído em 1698, e do Farol de Itapuã, 1873, ambos com mais de um século de existência, o [...]

  2. compendium@accentuated.stratify” rel=”nofollow”>.…

    ñïàñèáî çà èíôó!…

Deixe um Comentário

Pode usar estas tags XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <blockquote cite=""> <code> <em> <strong>